sábado, 27 de dezembro de 2014

Navegando pelos cânions do Rio São Francisco

Aproveitamos a visita da minha mãe para realizar um antigo sonho da Marta, conhecer os cânions do Rio São Francisco. 7 horas de carro nos separavam desse grande programa. Dirigimos até a divisa entre Sergipe e Alagoas, almoçamos em Canindé do Xingó/SE mas nos hospedamos em Piranhas/AL. O clima é quente, abafado, típico da caatinga. A cidade de Piranhas com seu casario colonial foi uma bela surpresa.
No dia seguinte compramos o passeio de catamarã, o mais utilizado pelos turistas, são 3 horas navegando pela parte represada do São Francisco até a gruta do Talhado, local de parada para um mergulho nas águas convidativas do Velho Chico.

 Ponte que une os dois estados, Sergipe e Alagoas.
 Represa do Xingó


 A estrutura é boa, há opção de conhecer os cânions de catamarã...
 ou de helicóptero.
Preferimos a emoção do catamarã.
 Selfie dos Ferraz Campos no Velho Chico.
 Clichê: O sertão vai virar mar...




 O começo dos cânions.


 Formações rochosas ao longo dos paredões.





 Em alguns lugares é possível ver algumas imagens em homenagem ao Santo.