domingo, 1 de março de 2015

Ilha de Maré



Uma das mais visitadas pelas escunas que fazem o passeio na Baía de Todos os Santos, tem doze povoados distribuídos em 13,87km², e integra o município de Salvador, muito embora esteja bem mais próxima dos municípios de Candeias e Madre de Deus.

A Ilha de Maré é famosa pelo seu artesanato em renda de bilro e seu doce de banana na palha. É um local ainda primitivo com belas praias e vilas de casinhas à beira-mar. A vegetação é densa, com vasta extensão de Mata Atlântica, mangueiras, coqueiros e a cana brava, que serve de matéria-prima para o artesanato de cestaria.

Os três maiores povoados - Santana, Itamoabo e Praia Grande - são também as melhores praias. Em todas, porém, há presença de pedras e mangues. A praia das Neves, com aproximadamente 300 m de extensão, tem águas límpidas, mar calmo e vegetação ao longo da costa.

Entre os atrativos culturais estão as igrejas de Senhora Santana, do século XIX, e a igreja Nossa Senhora das Neves, construída pelo padre Bartolomeu Pires no século XVI. Os passeios na ilha podem ser feitos através de um meio de transporte inusitado, o jegue, a forma mais comum de locomoção da ilha, onde não existem veículos automotores.

Na verdade, parece que a Ilha de Maré é um pedacinho do planeta que foi esquecido pelo tempo. Apesar da proximidade com Salvador - 30 minutos de barco - o povo dessa ilha cultiva hábitos antigos e vive basicamente da pesca e do artesanato.



 Linda casinha na praia.
 As nuvens começaram a se fechar...

 As lanchas

 Maré baixa em Maré








 Família Ferraz Campos na Ilha de Maré

 Nuvens pesadas....
 E a chuva chegou!
 Depois da chuva o tempo abriu.