terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Passeando por Diamantina e pelas serras mineiras






















À margem do antigo caminho entre Diamantina e Serro, na Estrada Real, uma surpresa: São Gonçalo do Rio das Pedras, um presepinho que surge no alto do Espinhaço, a 1150 mt de altitude. Escondida entre pontas de pedras, em meio à diversidade do cerrado, encontra-se a vila, cuja história está ligada ao início da colonização de Minas Gerais e à mineração do ouro e do diamante.

Na pequena vila de antigo casario colonial e tradições culturais preservadas, os visitantes se encantam com a natureza e com a simplicidade do modo de vida local, Ruelas estreitas calçadas com pedras ou cobertas por grama, convidam à vivência do tranquilo cotidiano de seu povo.

A bela paisagem natural da Serra do Espinhaço, que há séculos encanta os viajantes, convida a viajar pela natureza, onde rios, cachoeiras, serras e uma imensa diversidade de flores proporcionam momentos deliciosos de lazer e contemplação.

Com uma cultura marcante, São Gonçalo mantém viva suas festas religiosas e sua gastronomia típica, com doces, vinhos e receitas que remontam à época colonial; além de vasto artesanato, com peças compostas em materiais diversos como capim, tecidos e lã.