segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã é um dos símbolos da revitalização da Zona Portuária do Rio e foi inaugurado no dia 19 de dezembro de 2015.

O museu foi erguido em um píer sobre a Baía de Guanabara, em frente à Praça Mauá, e marca a revitalização de cinco milhões de metros quadrados da Região Portuária, área histórica da cidade que há décadas enfrentava um processo de degradação.

O espaço conjuga ciência, arte, linguagem e tecnologia em espaços interativos, que examinam o passado, apresentam tendências do presente e exploram cenários possíveis para os próximos 50 anos.
Para conceber o desenho do edifício do Museu do Amanhã, o arquiteto espanhol Santiago Calatrava considerou aspectos culturais e históricos do Rio de Janeiro e se inspirou em elementos da fauna e da flora brasileiras, numa pesquisa que levou a várias visitas ao Jardim Botânico, ao parque Lage e ao sítio Burle Marx.