domingo, 10 de julho de 2016

Exposição de Sebastião Salgado

O fotógrafo mineiro Sebastião Salgado, 72 anos, precisou deixar o Brasil na década de 1960. Militante da esquerda, viu-se perseguido pelo regime militar e foi obrigado a ir para a França. Já formado em economia no Brasil, teve que trabalhar descarregando caminhões numa cooperativa de estudantes. A esposa, Lélia, atuava como balconista.
Sensível às dificuldades por que passam os imigrantes, afinal ele as havia sentido na pele, Sebastião documentou, durante seis anos, em 40 países, a vida de pessoas que, como ele, tiveram que abandonar sua pátria, O resultado daqueles registros rendeu a exposição Êxodos.










































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.